Creme de moranga

Sopa de moranga cabotiá

O que vai ter para o jantar aí na sua casa?

Eu estava aqui organizando fotos e cruzei com essa. Deu vontade! Então estou indo lá colocar uma cabotiá no forno pra fazer creme logo mais. E aproveitar o calor do forno pra assar batatas doces também. Sabia que elas congelam muito bem inteiras e com casca?

Creme de moranga
Creme de cabotiá assada

Pra fazer o creme de moranga, corta ela ao meio e cada metade em 6 ou mais pedaços. Coloca numa assadeira, rega com 2 colheres de sopa de azeite de oliva, salpica com sal e leva pro forno já aquecido a 180°C. Deixa por uns 40 minutos, até que esteja macia (espeta com um garfo pra saber). Espera esfriar um pouco pra raspar a polpa da casca ou usa com casca, mesmo.

Aí refoga cebola e alho em uma panela (se tiver alho-poró, vai bem também. Gengibre, então, é o par perfeito da moranga), junte a moranga e aquele caldo de legumes que você já preparou e congelou depois que leu o post de sopas (não?! Então pega a receita aqui. Está lá no final do post. Pode usar água dessa vez, vai, mas capricha nos temperos) e deixa até ferver.

Se você tem um mixer de mão, pode usá-lo pra triturar o creme na panela mesmo, com cuidado pra não respingar. Ou espera esfriar um pouco, passa pro liquidificador, tritura e volta pra panela. Prova e acerta o sal e a pimenta, com o fogo ligado.

Mais uma dica: se a sopa (não só essa – qualquer uma) tem a quantidade certa de sal e temperinhos gostosos mas ainda parece que falta alguma coisa, essa alguma coisa deve ser acidez. Coloca uma ou duas colheres de sopa de vinagre (nessa de moranga eu gosto de usar o balsâmico) ou sumo de limão e prova de novo: viu como fez o mundo de diferença?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *